V Workshop Teórico Vivencial em Consciência Sistêmica: Conflitos e Soluções Familiares

Os conflitos são inerentes ao processo de evolução dos seres humanos. A relação em família é complexa, pois cada ser humano é singular em relação a sua história, temperamento, idade, composição genética, etc.. No jogo relacional há alianças e luta pelo poder. Nos diversos relacionamentos, as diferenças individuais quanto às percepções e necessidades emergem, pois cada pessoa forma a sua própria percepção e tem necessidades num determinado momento. Essas diferenças no contexto relacional tornam-se as bases dos conflitos. As diferenças, comumente, não são percebidas como oportunidades de enriquecimento e acabam sendo usadas de modo destrutivo.

Quem se encontra numa situação de conflito familiar conhece muito bem as sensações ruins produzidas pela mágoa ou raiva sentidas pelo familiar. Sabe quão constrangedor é encontrá-lo em aniversários ou natais promovidos pela família e desejar que ele não estivesse lá. Isso quando a família se reúne e um deles acaba não sendo convidado. Em casos como esse a situação se agrava, pois a família acaba tomando partido de um deles. Ou então se divide em apoio a um e a outro.

No Sistema Familiar os membros são únicos e todos têm o direito de pertencer. Isso equivale dizer que ninguém pode ser excluído não importando suas características, dificuldades ou virtudes pessoais. Todos são importantes para o Sistema. Quando ocorre uma exclusão no sistema familiar acontece um desequilíbrio. Essa situação passa a ser vivida por um descendente, sem que necessariamente ele tenha conhecimento ou afinidade com o antepassado excluído. Outra situação de desequilíbrio por exclusão pode se manifestar através de doenças graves como câncer ou outras enfermidades degenerativas. Nesses casos identificamos que a pessoa enredada acaba seguindo o destino da pessoa excluída.

Nas rixas de família todos saem prejudicados. Seus membros deixam de desfrutar plenamente da companhia uns dos outros, pois quando os familiares contendores estão presentes o clima de rivalidade acaba influenciando o ambiente. Quando eles não estão presentes, porém, fica uma lacuna que ninguém pode preencher. O desejo da família é que as brigas cessem e todos vivam em harmonia. Todos ganham com uma reconciliação.

 

Não se preocupe, você está no lugar certo!

Faça hoje mesmo sua inscrição e reserve sua vaga para mudar de vida.

V Workshop Teórico-Vivencial em Consciência Sistêmica

 

Quando existe uma confusão familiar, ao ser visto todo esse conflito e caos, principalmente após o trabalho desenvolvido no Workshop Teórico-Vivencial em Consciência Sistêmica, o resultado é fabuloso de libertação para aquela pessoa que decide buscar sua liberdade, expandir sua vida e poder se dar mais ao próximo, às pessoas que realmente podem receber dela, ao invés de perder tempo e vida em relacionamento familiar distorcido. Somente assim, o verdadeiro amor pelos pais e pela família pode se manifestar. Sem culpa, sem cobrança, sem apego… e livre. E você? Como está a sua relação com a família?

 

 

Siga-nos:

Clínica de Psicologia Márcio Ferreira

Bem Estar Sistêmico

Pin It on Pinterest

Share This